Laboratório de Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho
  • I CBPPOT – INSCRIÇÕES ABERTAS!!

    Publicado em 18/09/2019 às 12:57

    FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI!!

     


  • I Congresso Sul Brasileiro de Psicologia Positiva

    Publicado em 22/04/2019 às 12:06

    “Felicidade, espiritualidade e prosperidade” foi a temática definida para o nosso I Congresso Sul Brasileiro de Psicologia Positiva. Em breve, mais novidades!


  • Submissão de trabalhos

    Publicado em 30/08/2019 às 9:36


  • POSTER – CBPPOT

    Publicado em 22/07/2019 às 14:44

    Instruções para a submissão de trabalhos – Modalidade única: pôsteres

    Prazo de submissão de trabalhos: 30/08/2019

    Divulgação dos trabalhos aprovados: 20/09/2019

    Para submissão de trabalhos na modalidade pôster, os autores deverão seguir os critérios apresentados abaixo:

    . Será permitido no máximo 3 trabalhos por autor (a).
    . Cada trabalho deverá ter no máximo quatro autores.
    O resumo deve ser escrito em um único parágrafo e deve conter Introdução, Métodos, Resultados e Discussão, Considerações finais, Palavras-chave e Referências.
    O número máximo para o corpo do resumo é de 500 palavras.
    O resumo deverá ser escrito em Word e enviado para o e-mail: lappot@contato.ufsc.br
    Pelo menos um autor precisa estar devidamente inscritos no Congresso para que o seu trabalho seja exposto.
    Critérios para submissão e avaliação dos resumos

    . Ser aderente às temáticas apresentadas no Congresso e a Psicologia Positiva (por exemplo: felicidade, bem-estar, qualidade de vida, resiliência, esperança, autoeficácia, otimismo, flow, empatia, forças de caráter, liderança positiva etc.) nas Organizações, no Trabalho e em outros espaços de vida;
    . Seguir os critérios éticos para o caso de pesquisas empíricas com seres humanos; e
    . Apresentar rigor científico.
    Haverá publicação nos anais do congresso.

    Normas para apresentação dos pôsteres

    O pôster deverá ser autoexplicativo, obedecendo à dimensão total de 80 cm de largura x 120 cm de altura, tipo Banner.

    Os painéis deverão apresentar letras visíveis a uma distância de 2 metros.

    Os materiais para a montagem e a fixação dos painéis serão de responsabilidade da equipe de organização.

    O(A) apresentador(a) é responsável pela colocação e retirada do pôster no local da exposição, cujo espaço estará identificado e com materiais necessários para fixação do pôster.

    Na primeira e segunda linhas devem constar, de forma centralizada no painel, em toda sua extensão, o título do trabalho (informativo e breve, escrito em letras maiúsculas e negrito); o(s) nome(s) do(s) autor(es) e apresentador(a) sublinhado, sua(s) respectiva(s) instituição(ões) e o e-mail do primeiro autor ou de um dos autores, entre parênteses. A menção às agências financiadoras (se existirem) deverá ser feita ao final do texto.

    ESTRUTURA DOS PÔSTERES: Introdução, Métodos, Resultados e Discussão, Conclusões do trabalho e referências.

    FIXAÇÃO E APRESENTAÇÃO: A instalação dos pôsteres é de responsabilidade dos expositores que deverão instalá-los nos locais indicados pela organização do evento no Hall da reitoria da UFSC a partir de quinta-feira (10 de outubro) até sexta-feira (11 de outubro) às 9h.

    A avaliação dos pôsteres acontecerá durante o dia de sexta-feira dia 11 de outubro por avaliadores designados pela organização do evento.

    Haverá premiações para os 3 melhores trabalhos!

    Coordenação: Thaís Cristine Farsen. Doutoranda em Psicologia. Possui formação em psicanálise. Atua como pesquisadora no Laboratório de Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho/LAPPOT. É professora da Faculdade Senac/SC. É uma das organizadoras e autora do livro “Qualidades Psicológicas Positivas nas Organizações: desenvolvimento, mensuração e gestão”, lançado pela editora Vetor em junho de 2018.


  • Capacitação UFSC

    Publicado em 12/04/2019 às 10:51


  • Convite PPGP

    Publicado em 10/04/2019 às 14:12


  • I Congresso Sul-Brasileiro de Psicologia Positiva

    Publicado em 24/03/2019 às 14:21

    EM BREVE MAIS INFORMAÇÕES!!


  • LAPPOT presente no V Congresso Brasileiro de Psicologia

    Publicado em 15/11/2018 às 18:36

    A convite do Conselho Federal de Psicologia e da Associação Brasileira de Psicologia Positiva, o professor Narbal Silva vai participar neste sábado, dia 17, do V Congresso Brasileiro de Psicologia.

    Confira a programação:

    Mesa redonda
    Título: INTERVENÇÕES EM PSICOLOGIA POSITIVA
    Coordenador: PEDRO PAULO GASTALHO DE BICALHO
    Instituição: CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA
    Financiador: Outros – CFP
    Eixo: Práticas profissionais da psicologia em contextos sem muros
    Processo: Processos Grupais
    Área: Psicologia e Saúde
    Palavra-chave: Grupos, Psicologia Positiva, Redução de Danos
    Resumo: De acordo com Seligman (2011), a Psicologia Positiva estuda os fundamentos psicológicos do bem estar, da felicidade, além das forças e virtudes do ser humano, que são fundamentais para o sucesso ao longo da vida e manutenção da saúde social, física e mental. A psicologia positiva investiga tanto aspectos individuais como aspectos grupais que podem estar associados ao fortalecimento de aspectos positivos nas pessoas. Desse modo, intervenções em Psicologia Positiva podem promover a melhoria da qualidade de vida da população, além do fortalecimento de aspectos positivos do funcionamento psicológico dos indivíduos envolvidos, podendo contribuir para a melhoria das relações humanas, do desempenho na vida acadêmica e no trabalho e aumento dos fatores de proteção contra situações de violência e adoecimento psicológico. Visando apresentar a efetividade de intervenções em psicologia positiva serão relatados nesta mesa: resultados de pesquisas relativos ao capital psicológico, aprendizagem e violência; intervenções baseadas na psicologia positiva realizadas em diferentes contextos e resultados das intervenções. Os resultados obtidos em todos os contextos permitem identificar os benefícios promovidos pelas intervenções com base em variáveis da Psicologia Positiva no nível individual e coletivo.

    Autor: DANIELA SACRAMENTO ZANINI
    Inst.Origem: CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA
    Coautoras(es) fala 1: DANIELA CRISTINA CAMPOS, MARGARETH REGINA GOMES V. DE FARIA, IORHANA ALMEIDA FERNANDES
    Financiador: Outros – CFP
    Título: INTERVENÇÕES POSITIVAS PARA PROMOÇÃO DE SAÚDE E PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIA EM ADOLESCENTES
    Resumo: Em 2012 o Grupo de Pesquisa em Avaliação e Intervenção Psicológica em Saúde (GPAIS) iniciou um conjunto de estudos com o objetivo de avaliar o impacto da vivência de violência sobre a saúde de adolescentes da cidade de Goiânia (Goiás). Os dados indicaram que cerca de 70% dos estudantes de 12 a 18 anos de escolas públicas haviam vivido ao menos um tipo de violência, 50% haviam vivido mais de uma vez o mesmo tipo de violência e aproximadamente 20% haviam vivido mais de quatro tipos de violências diferentes no último ano. Estes índices levaram ao planejamento de intervenções para prevenção de violência e promoção de saúde dos adolescentes. Foram planejadas oficinas desenvolvidas nas escolas que participaram da etapa de coleta de dados. As temáticas buscavam trabalhar aspectos relativos a promoção da saúde até a variáveis de psicologia positiva. As avaliações pós-intervenções demonstraram de diminuição significativa nos índices de violência, melhora dos comportamentos em sala de aula, melhora do desempenho acadêmico, do relacionamento entre colegas e envolvimento nas atividades.

    Pôster
    Título: AUTOEFICÁCIA E DESENVOLVIMENTO DE CARREIRA DE UNIVERSITÁRIOS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA CIENTÍFICA NACIONAL
    Autor Principal: PATRICIA ALBANAES
    Instituição: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Jéssica Carla Simão
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Iúri Novaes Luna
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Narbal Silva
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Maiana Farias Oliveira Nunes
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Financiador: Outros – CNPq e CAPES
    Eixo: Práticas profissionais da psicologia em contextos sem muros
    Processo: Processos Investigativos
    Área: Psicologia Escolar e Educacional
    Palavra-chave: Ensino Superior, Orientação Profissional e de Carreira, Psicologia Positiva
    Resumo: A autoeficácia é definida como a percepção que cada indivíduo possui sobre a sua capacidade de realizar com sucesso tarefas específicas (Bandura, 1986). Em termos práticos, a autoeficácia é demonstrada pela confiança de cada pessoa possui em realizar certas atividades (“aquilo que eu acredito que consigo fazer bem”). Nessa direção, considerando que a autoeficácia é uma das principais variáveis que exercem influência nas escolhas, no desenvolvimento de carreira e no estabelecimento de metas profissionais, pois pessoas com níveis mais elevados do referido construto tendem a assumir uma postura mais ativa no direcionamento de suas carreiras, objetivou-se identificar como a literatura científica tem investigado as crenças de autoeficácia entre estudantes universitários em nível nacional. Para isso, realizou-se buscas nas bases de dados SciELO, PePSIC e LILACS, utilizando as seguintes combinações de palavras-chave: “autoeficácia” OR “auto-eficácia” AND “universitários”; “autoeficácia” OR “auto-eficácia” AND “ensino superior”, com opção de busca em todos os campos. Foram encontrados e analisados 12 artigos. Os principais resultados apontaram que as pesquisas foram publicadas a partir do ano 2010, e utilizaram-se majoritariamente de instrumentos psicométricos para a avaliação da autoeficácia em interface com outros construtos de carreira, tais como autoconceito, comportamento exploratório, decisão e planejamento de carreira. Discute-se a importância de novas pesquisas que auxiliem na compreensão de quais as principais fontes de autoeficácia percebidas pelos universitários em seu cotidiano acadêmico, e como eles interpretam o impacto das suas crenças quanto às suas próprias capacidades em seu desenvolvimento de carreira.

    Pôster
    Título: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE AÇÕES AFIRMATIVAS NO ENSINO SUPERIOR: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA CIENTÍFICA NACIONAL
    Autor Principal: PATRICIA ALBANAES
    Instituição: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Marucia Patta Bardagi
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Jéssica Carla Simão
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Iúri Novaes Luna
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Narbal Silva
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Autor(es): Maiana Farias Oliveira Nunes
    Instituição Origem: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
    Financiador: Outros – CNPq e CAPES
    Eixo: Práticas profissionais da psicologia em contextos sem muros
    Processo: Processos Investigativos
    Área: Psicologia Escolar e Educacional
    Palavra-chave: Ações Afirmativas, Ensino Superior, Representações Sociais
    Resumo: A recente expansão das políticas de ações afirmativas no ensino superior brasileiro tem sido acompanhada pela emergência de uma série de discussões e tensionamentos em diferentes segmentos da sociedade, envolvendo argumentos contrários ou favoráveis à adoção dessas medidas. Tais tensionamentos refletem, inevitavelmente, na construção de representações sociais diversas sobre as ações afirmativas no ensino superior brasileiro. Diante disso, realizou-se uma revisão integrativa da literatura científica nacional com o objetivo de identificar como os artigos, dissertações e teses têm abordado as representações sociais referentes às cotas universitárias no período compreendido entre os anos 2003-2017. Para isso, realizou-se buscas nas bases de dados Banco de Teses Capes, SciELO, PePSIC, LILACS e Redalyc, utilizando as seguintes combinações de palavras-chave: “representações sociais” AND “ações afirmativas”, OR “cotas” OR “cotistas”, com opção de busca em todos os campos. Foram encontradas e analisadas 17 publicações disponíveis na íntegra no formato online. Os resultados indicam um aumento expressivo de publicações a partir do ano de 2012, heterogeneidade de instrumentos de coletas de dados e universitários como público-alvo predominante das produções, que contemplaram principalmente as cotas sociais em conjunto com as cotas raciais. Observou-se um posicionamento majoritariamente contrário às cotas raciais e um posicionamento mais favorável às cotas sociais – especialmente levando em conta o fator baixa renda. Discute-se a necessidade de ampliação quanto às subcategorias de cotas focalizadas e também a importância de maior variedade do público-alvo das pesquisas.


  • 21 de setembro – 3 anos de LAPPOT!!!

    Publicado em 23/09/2018 às 17:40

    21 de setembro de 2015, três anos de LAPPOT, “The Dream Team”, uma “usina de criatividade e produção de conhecimento”. “Nunca, poucos, fizeram tanto, em tão pouco tempo, para muitos”! Vida longa e paz, sempre revestida de felicidade!


  • I Seminário de Psicologia Positiva – INSCRIÇÕES ABERTAS!!

    Publicado em 06/09/2018 às 19:44

    Chegou o grande dia!

    Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho.

    FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI.

    O evento será realizado no dia 26 de outubro das 9h às 18, no Auditório do CFH, bloco B, UFSC/Florianópolis.
    Até o dia 30 de setembro os valores são 60 estudante e 120 para profissional. Após essa data e até o dia 16 de outubro, o valor sobe para 80 estudante e 150 profissional.

    Dá uma olhada na programação: